26 novembro 2013

Fibromialgia e o exercício Parte 1

Por PUVMS
 
 

 
 
A Fibromialgia é considerada uma síndrome de diagnóstico difícil, que muitas vezes pode ser confundida com outras patologias mórbidas e também  atribuída à distúrbios emocionais.
 
Caracteriza-se por apresentar  uma série de manifestações clínicas como dores musculares em pontos diversos, provocar  irritabilidade,  cefaleia, distúrbio do sono e sua maior incidência está em  indivíduos do sexo feminino.
 
Sabe-se que o exercício é uma intervenção de baixo custo e que pode promover saúde em vários aspectos e é capaz de reduzir a dor e outros sintomas da fibromialgia (FM).
 
Pesquisa e estudos dos últimos 20 anos e  muitos ensaios clínicos sobre exercício para a síndrome foram publicados e apesar de erros metodológicos, há forte nível de evidência de que exercícios aeróbios supervisionados são eficazes na :
 
  • redução da dor,
  • no número de pontos dolorosos,
  • na qualidade de vida
  • na depressão,
 
Todos esses aspectos estão relacionados à fibromialgia. 

A personal trainer Lydia Guerreiro , que atende indivíduos com a síndrome, diz que é importante e recomendado levar em consideração  a preferência do aluno já que existe uma tendência natural de que esses alunos evitem as atividades. Segundo Lydia , os exercícios devem começar lentamente, em baixas intensidades e progressivamente devem ser aumentados para que possam ser tolerados, " o treinamento realmente precisa ser personalizado e individualizado" complementa.
 
 
A atividade física bem orientada pode contribuir com a melhora do quadro geral do portador desta doença. Consulte um profissional de educação física para melhor orientá-lo.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pergunte à Personal