17 novembro 2013

Exercício aeróbio pode ser a melhor forma de exercício para adolescentes obesas entre 12 e 18 anos.

Por PUVMS



Pelo menos é o que diz um novo estudo conduzido por SoJung Lee do Children's Hospital of Pittsburgh da Universidade de Pittsburgh Escola de Medicina.
 
Meninas que realizaram exercícios aeróbicos, mas não levantamento de peso, tiveram reduções significativas na gordura visceral e na gordura no fígado, bem como melhorias na sensibilidade à insulina, outro fator de risco para diabetes que está relacionada com a obesidade.
 
O estudo foi transformado em um artigo intitulado " Exercício aeróbico , mas não Treinamento de resistência, reduz  a gordura visceral e melhora a sensibilidade à insulina em pacientes obesos adolescentes ". Ele aparece na edição online do American Journal of Physiology- Endocrinology and Metabolism , publicado pela American Physiological Society .

Metodologia

Os pesquisadores recrutaram 44 meninas obesas entre 12 e 18 anos de idade. Separaram-se as voluntárias em três grupos. Um grupo foi designado a realizar 60 minutos de exercícios aeróbicos três vezes por semana durante três meses , ou correndo em uma esteira ou usando um aparelho elíptico .
 
Um segundo grupo foi designado para executar a mesma quantidade de exercícios de resistência , mas sem  participar do programa de exercícios aeróbicos , fazendo todos os 10 exercícios de resistência   utilizando máquinas de peso ao longo de cada sessão de uma hora de duração .
 
Um terceiro grupo foi orientado a não participar de qualquer programa de atividade física estruturada ao longo do estudo. Antes dos programas de exercício começarem, todas as participantes do estudo tiveram um exame físico detalhado , que incluiu medir a sua gordura total, gordura visceral , gordura no fígado e gordura embutida em seus músculos através de vários meios não-invasivos. Os pesquisadores também mediram a sensibilidade à insulina das voluntárias , um fator de risco para diabetes, bem como as medidas básicas de saúde , incluindo peso e aptidão física.

Resultados

Os investigadores descobriram que todas  em ambos os grupos de exercício tinham menos gordura total e gordura intramuscular , até ao final do período de estudo de três meses em comparação com o grupo sedentário. No entanto , os dois grupos de exercício diferiram significativamente em outras medidas . Em geral , os do grupo de exercício aeróbico perderam gordura visceral e fígado e melhorou a sensibilidade à insulina, mais que no outro grupo que não fez exercícios aeróbios.

Importância dos achados

Estes resultados sugerem que, para meninas adolescentes , o exercício aeróbico pode ser superior ao exercício de resistência para cortar os riscos de saúde associados à obesidade . Eles também observam que , informalmente , as meninas do grupo de exercício aeróbico pareciam desfrutar dos seus " workouts" mais do que aquelas no grupo de exercícios de resistência , um sentimento oposto dos meninos obesos em seu estudo anterior." Portanto, dadas as melhorias superiores em saúde metabólica com exercício aeróbico e do fator de prazer , propomos que o exercício aeróbico pode ser a melhor forma de exercício para as adolescentes desta faixa etária ", escrevem eles .
 
Artigo original pode ser encontrado em :
 
American Physiological Society, via EurekAlert!, um serviço AAAS.
American Physiological Society (2013, November 7). For obese teen girls, aerobic exercise may trump resistance training in health benefits. ScienceDaily. Retrieved November 17, 2013, from http://www.sciencedaily.com­ /releases/2013/11/131107123252.htm
 

Referência
  1. S. Lee, A. R. Deldin, D. White, Y. Kim, I. Libman, M. Rivera-Vega, J. L. Kuk, S. Sandoval, C. Boesch, S. Arslanian. Aerobic exercise but not resistance exercise reduces intrahepatic lipid content and visceral fat and improves insulin sensitivity in obese adolescent girls. AJP: Endocrinology and Metabolism, 2013; DOI: 10.1152/ajpendo.00285.2013
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pergunte à Personal