14 novembro 2012

Sai de mim sedentarismo! Confiram

POR RAQUEL QUINTELA do TIME TO CARE ME

Sim é uma vergonha, mas eu estava levando uma vida totalmente sedentária. Casa-Trabalho, trabalho-casa. Mas é lógico que a gente não aguenta levar a vida assim por muito tempo, então resolvi pedir umas dicas para minha amiga Lydia Guerreiro, personal trainer, e eu perguntei se pular corda é uma boa para começar a me mexer e perder uma calorias.
Eu sei pular corda parece coisa de criança, mas também é coisa de adulto aonde pode-se perder muitas calorias. Veja só 10 minutos pulando corda tem os mesmos benefícios que correr por 30 minutos – disse a Lydia para mim.
Agora vejam o que Lydia Guerreiro diz sobre pular corda:
“Pular corda é um exercício excelente e possui várias vantagens, pois a corda é um equipamento relativamente barato, fácil de transportar e fácil de guardar, já que cabe em qualquer “cantinho”. O bom é que pode ser usada em praticamente qualquer lugar desde que haja um espaço minimo, isso para não sair batendo em tudo com ela rsrs. Muita gente acha que é apenas uma brincadeira de criança, mas dá para fazer misérias com ela! Além de tudo é divertido e desafiador. Ótimo para quem quer começar a sair do sedentarismo. Sabia que pular corda queima muitas calorias em um curto espaço de tempo? Estima-se que 10 minutos de pular corda (a 120 rotações por minuto) tem o mesmo benefício que correr por 30 minutos. São números grandes para pessoas com pouco tempo.
Ah detalhe, se você não sabe pular corda, não precisa usar uma. Apenas imite o movimento das mãos, como se estivesse usando uma, ok?
Ah outro detalhe: a corda tem que ter um tamanho certo para você. Quando pisa no centro da corda, os punhos devem chegar nas axilas.
Não esqueça de usar tênis, pois pular corda descalço dó DEMAIS os pés. A não ser que esteja em um piso tipo EVA ou emborrachado, mas mesmo assim é mais aconselhável usar tênis.
Bora começar a treinar?
Comece devagar, respeitando seu corpo e seus limites e lembra-se de que é importante estar sempre com os exames clínicos em dia e ter a liberação de um médio para a prática de exercícios.
Sempre se aqueça antes de começar a pular, seja marchando ou correndo no lugar, por cerca de 3 minutos. Termine cada treino com uma volta calma por cerca de 3 minutos, e não se esqueça de, ao final, alongar as panturrilhas, quadrícipes, isquiotibiais (parte posterior da coxa) e ombros.
Semana 1:
Pratique o salto básico (com os dois pés juntos), usando método de treinamento de intervalos (trabalho-descanso). Tente pular e descansar em uma proporção de 1:2 (descanse o dobro do tempo de salto, por exemplo 15 segundos de salto e 30 segundos de descanso). Dependendo de como for o seu progresso e de quanto for o seu condicionamento, pode começar com cerca de 5 a 25 saltos consecutivos a cada período de trabalho. Então pare, descanse e comece a saltar novamente totalizando cerca de três a cinco minutos.A frequência de três sessões de treinos na primeira semana.”
E ai gente está ótimo para começar, não está? Dizer que não tem tempo para praticar atividade física não é mais desculpa.
Ainda tem a parte dois dessa matéria com a Lydia, que é o treno das semanas 2,3 e 4. Fiquem de olho aqui no blog para pegar a segunda parte do treinamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pergunte à Personal