27 agosto 2012

Compêndio de Atividades Físicas


QUESTÃO ENVIADA EM 27 DE AGOSTO DE 2012
“…..outra dúvida frequente concentra-se na forma de cálculo de calorias consumidas em cada tipo de exercício.”
Resposta:
ImagemIntroduzido pela primeira vez em 1987, o Compêndio de Atividades Físicas, tem sido utilizado em estudos em todo o mundo para designar unidades de intensidade para respostas aos questionários de atividade física e desenvolver formas inovadoras para avaliar o gasto energético em estudos de atividade física. A agosto 2011, a revista “Medicine & Science in Sports & Exercise” apresenta a segunda revisão do compêndio. A mais nova revisão inclui os novos e atualizados custos energéticos de muitas atividades, e fornece referências da literatura para valores de gasto energético que são atribuídos às atividades. 
Como é feito o cálculo do dispêndio energético em uma atividade?
O custo energético de uma atividade pode ser expresso em kcal x kg-1 x h-1, kcal x h-1 ou kcal x 24h-1. Para  determinar o gasto calórico de uma atividade, deve-se medir o dispêndio relativo ao repouso (ou seja, a TMR), multiplicando-o pelo valor em METs sugerido pelo Compêndio. Uma vez que a TMR é próxima de 1 kcal x kg (peso corporal)-1 x h-1, o custo energético pode ser estabelecido em termos de múltiplos seus. Multiplicando- se o peso corporal pelo valor do MET e considerando a duração da atividade, é possível estimar o gasto calórico específico de um indivíduo cujo peso é conhecido.
Por exemplo, pedalar a 4 METs implica em um gasto calórico de 4 kcal x kg-1 x h-1. Um indivíduo de 60 kg que pedala nesta intensidade, por 40 minutos, despende 4 METs x 60 kg x (40 min/60 min), ou seja 160 kcal, ou 4 kcal x min-1. Um indivíduo de 80 kg que executa a mesma atividade, teria um gasto calórico total de 213 kcal, ou 5,3 kcal x min-1.
Recursos adicionais para apoiar o Compêndio 2011 pode ser encontrado no Compendium of Physical Activity website. 
Espero que tenham curtido!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pergunte à Personal