15 agosto 2012

Bye bye gorduras! Para resultados duradouros, mesclar exercícios Aeróbios e Anaeróbios


A maior queima de gorduras que ocorre durante o período do pós-exercício, é um fenômeno chamado "after burning".

Ele representa a queima de calorias após cada sessão de treinamento.

Tanto exercícios aeróbios, quanto os anaeróbios acarretam "after burning". Mas estudos indicam que este processo tem sua maior amplitude pós sessões anaeróbias, de exercícios de alta intensidade e curta duração.

Vou explicar melhor:

A gordura queimada em um exercício aeróbio (caracterizado por ser contínuo, de longa duração e baixa/moderada intensidade)  é de cerca de 3 a 5 calorias por minuto, sendo a principal fonte de energia a gordura. 
Já em um exercício físico de alta intensidade a quantidade de energia utilizado é menor mas o dispêndio energético é de 7 a 9 calorias por minuto. à medida que o exercício se vai tornando mais intenso, menos gordura é utilizada por cada caloria gasta (durante o exercício), mas o total de calorias obtidas através do metabolismo da gordura é superior. 

Exemplos de exercícios anaeróbios:
  • Os exercícios de velocidade com ou sem carga, de curta duração e alta intensidade, como a corrida de cem metros rasos, os saltos, o arremesso de peso.
  • Exercícios de força ou exercícios resistidos, com pesos como a musculação também são considerados  anaeróbios.




Vejamos o seguinte estudo (Melby 1998):

Calorias usadas durante o exercício:

. Aeróbio (baixa intensidade) = 210 (obtidas maioritariamente através do metabolismo da gordura)

. Anaeróbio (alta intensidade)  = 650 (obtidas maioritariamente através do metabolismo da glicogénio )


Calorias adicionais usadas 2 horas depois:

. Aeróbio = 25 (obtidas maioritariamente através do metabolismo da gordura)

. Anaeróbio = 210 (obtidas maioritariamente através do metabolismo da gordura)


Calorias adicionais usadas 3 a 15 horas depois:
. Aeróbio = 0
. Anaeróbio = 260

Pode-se então considerar que o treino de força é uma estratégia que permite perdas de massa gorda mais substanciais do que o treino aeróbio, cardiovascular (feito a um ritmo constante, de intensidade baixa), essencialmente porque a recuperação é feita através do metabolismo da gordura como substrato energético.


Não se pretende aqui desvalorizar o treino cardiovascular, aeróbio,  pois o mesmo é de extrema importância para um funcionamento saudável de todo o sistema cardiorrespiratório e para a saúde como um todo. Porém é importante desmistificar o treino de força , principalmente entre as mulheres e demonstrar que é um excelente aliado no emagrecimento e na obtenção dos seus objetivos!


Para resultados duradouros, o recomendado é mesclar os  exercícios Aeróbios e Anaeróbios!

Espero que tenham curtido!


Fonte:
POEHLMAN, E. T.; MELBY, C. Resistance training and energy balance. International Journal of Sports Nutrition, vol.8, n.2, p. 143-159, 1998.:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pergunte à Personal